Assessorias Esportivas – Um UP Na Motivação?

IMG_4649Cada corredor tem um método diferente para sentir-se motivado. Seja acordando cedinho e correndo com as gaivotas, seja, já separando no dia anterior a roupa para o treino, ou mesmo colocando bilhetinhos na porta da geladeira escrito: RUN BABY RUN! Ok, isso é a regra, mas há muitas exceções por aí.

Eu particularmente conheço muita gente que precisa ter alguém pegando no pé para que consiga dar um chute na preguiça e iniciar os treinos. Uma boa dica para quem não curte os treinos solitários é contratar uma assessoria esportiva.

A assessoria esportiva é bem bacana principalmente para quem precisa daquele estímulo, já que os treinos são feitos com vários corredores em uma pista ou espaço ao ar livre. Sem contar que, assim que você chega pra treinar, já recebe um UP e consequentemente a motivação que você precisa. No entanto, devo dizer: Pra tudo tem prós e contras.

Correr em grupo pode tem lá seus pontos positivos. Quem nunca saiu para correr com um amigo, se sentiu cansado, mas não parou até que o outro parasse?

Costumo dizer que sou corredora insubordinada. Anos correndo sozinha, não dá para seguir o que os técnicos falam. Há algum tempo atrás, quando voltei pra musculação depois de muito tempo afastada, a primeira coisa que ouvi do meu professor, tão logo eu dissesse que sou corredora, foi: “Toma esse telefone, ele vai te acompanhar direitinho“. O telefone era de um treinador. Peguei o telefone, mas confesso que desde o primeiro momento a intenção era de não ligar e não liguei mesmo.

Uma amiga também não teve uma boa experiência com uma assessoria.  Acho até que talvez tenha infelizmente pegado um profissional não tão capacitado. Certa vez, reclamando de dores na virilha, ela pediu ao orientador que não treinasse mais pelo asfalto e ele, apenas disse, que as dores eram reflexos dos treinos bem executados (já começou errado, porque na minha opinião não é normal sentir dor, se sentiu, exagerou e se exagerou não está correto o treino). Conclusão: foi diagnosticada com uma lesão na púbis e ficou parada por 2 meses. Saiu da assessoria, passou a treinar sozinha e nunca mais teve nada.

A ideia é sempre correr de forma saudável. E não pensem que participar de uma assessoria esportiva lhe dá garantias de que tudo saia bem sempre. Há técnicos e não são poucos, que não respeitam a vontade dos alunos. O atleta diz que não se sente preparado para enfrentar determinada prova e ele insiste dizendo que sim, que está. O atleta não quer desenvolver sua capacidade para a competição e o técnico acha que ele será um talento desperdiçado fazendo o acreditar a todo momento que poderá vencer o Marilson dos Santos.

Também não é assim. Você tem o direito de escolher se quer virar um Super-Homem ou continuar um Clark Kent..O profissional deve respeitar os anseios de quem procura uma ajuda. Nem sempre quem começa a correr quer participar de provas….eles estão ali muitas vezes porque simplesmente querem emagrecer, querem praticar uma atividade física por recomendação médica….

É claro que também há casos que o atleta entra com um objetivo e mais tarde desperta para o mundo de provas e tempos e paranóias peculiares da corrida..

Como eu digo há prós e contras. O que quero dizer é que cada corredor deve analisar o que é bom pra você. Se o melhor é uma assessoria para que um profissional lhe diga bonitinho o que deve fazer, como deve correr, o quanto deve correr, o que deve comer, ótimo. Se correr em grupo te traz a motivação que você precisa, melhor ainda.

Em contrapartida, se você achar que pode treinar sozinho e que é justamente nessas horas que você se sente motivado. Siga em frente!  O importante é não parar!

#correrbempracorrersempre

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *