Como Reduzir as Dores Musculares Após Treinos e Competições

POR ANDRÉ NOGUEIRA FERRAZ – Todo mundo já passou, pelo menos uma vez na vida, pelo desconforto e pelas dores musculares após uma corrida de longa distância. Isso é normal. Durante o exercício, os músculos realizam grande esforço para tirar o corpo da inércia e movimentá-lo, além de receberem boa parte do impacto da força de reação ao solo (que vem do chão após cada pisada) e absorverem essa sobrecarga para aliviar as articulações. Por tudo isso, é natural terminar um treino ou prova com os músculos cansados e doloridos.

No entanto, existem técnicas interessantes que ajudam a relaxar a musculatura e minimizar as dores depois de correr.

Uma das mais utilizadas é a crioterapia. Submergir os membros inferiores por alguns minutos em um balde com gelo, ajuda a amenizar dores, relaxar a musculatura e melhorar a circulação sanguínea, acelerando o reparo do tecido muscular.

Outras técnicas que auxiliam na recuperação, são as massagens esportivas e as liberações miofasciais. As técnicas diminuem a tensão, melhoram o fluxo sanguíneo e proporcionam conforto ao atleta. Outra vantagem da liberação miofascial é que ela pode ser utilizada mesmo quando você não está com dores, para prevenir lesões. Isso porque, ela prepara o músculo para o esforço que está por vir, contribuindo com a redução de incômodos pós-treino. Associar a fisioterapia preventiva ao treinamento ainda é algo pouco utilizado pela maioria dos atletas, mas tem papel fundamental na melhora do rendimento esportivo e para minimizar os riscos de lesão. Associar a fisioterapia preventiva ao treinamento é um recurso ainda pouco utilizado pela maioria das pessoas, mais que tem papel fundamental na melhora do rendimento.

Exemplos:

Liberação Miofascial

apos-1

Massagem Esportiva

apos-2

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *