Cuidar da mente ajuda em treinos e provas

Por Wania Sierra – Você já percebeu que em alguns dias seus treinos são muito produtivos, e em outros não? Você consegue identificar o porquê? Num primeiro momento acreditamos não ter lógica nenhuma.  As vezes fazemos uma prova muito bem, e outras vezes mesmo imaginado que será uma boa prova isso não acontece.

O que pode estar acontecendo que está atrapalhando seu treino ou sua prova? Já pensou no seu equilíbrio emocional, na sua mente?  Você sabia que nossa mente é o motor do nosso corpo?  Somos seres emocionais, e, portanto, no esporte assim como na nossa vida em geral as emoções estão sempre presentes. A psicologia no esporte nos auxilia principalmente na busca do equilíbrio emocional para que tanto os nossos treinos assim como as provas possam ser realizadas da melhor maneira possível de acordo com nossos objetivos pessoais. Coloco aqui de forma bem didática itens que eu acredito auxiliar os atletas de corrida.

O que um atleta de corrida mais precisa?

Motivação: Por que vocês começaram a correr? Essa é uma pergunta que sempre faço para atletas. O que leva uma pessoa a começar a correr vai desde uma sugestão do seu médico, passando por “queria emagrecer”, “meu amigo me chamou”, queria fazer amigos, etc. Mas o que faz você levantar cedo da cama todos os dias e correr é uma motivação muitas vezes diferente da inicial, ela vem de dentro. Aprenda a entender suas motivações.  Cada um tem um motivo para treinar e participar das provas. Pode ser melhorar sua performance, tentar um novo desafio fazendo provas mais longas, etc.

Objetivos e metas: Nossos objetivos e metas nos levam a percorrer outros caminhos diferentes daqueles que existiam na nossa vida até agora. Os objetivos e metas precisam estar alinhados com o treino e seu estado físico. Precisamos de metas claras e reais. Não adianta colocarmos metas ‘incríveis”, mas irreais para nosso momento. Isso só nos trará frustrações.

Treinamento: Mesmo a corrida sendo um dos esportes mais fáceis de se praticar, basta um calçado e roupas adequadas e um local para correr, é importante um acompanhamento de um treinador.  O treinamento ajuda a construir autoconfiança através da preparação para a competição. O treinador fará planos de treinamento focados e realistas. Irá facilitar para a identificação de possíveis barreiras físicas ou emocionais para a realização de seus objetivos. Auxilia na identificação de possíveis crenças limitantes que podem interferir nos treinos e competição.

Equilíbrio; nossas emoções podem auxiliar ou atrapalhar. Quando falo de equilíbrio, falo de autoconhecimento, de controle das emoções.  Reconhecer seus sentimentos e emoções ajuda a lidar com possíveis frustrações em treinos e provas.  Auxilia a reconhecer possíveis gatilhos nos treinos ou provas que possam trazer determinados sentimentos ou impulsos que podem atrapalhar no seu desempenho. Quero fazer uma distinção entre ansiedade e entusiasmo. A ansiedade no esporte pode levar a uma paralização, a um sentimento que impede o seu melhor desempenho. Pode facilitar as lesões por trazer tensão muscular e psicológica. Já o entusiasmo é uma energia positiva, um querer participar, sem tensões. O correr pode ser prazeroso e divertido. O entusiasmo colabora com essa boa sensação, e não traz tensões desnecessárias. Controle: Concentre-se apenas em situações e resultados que você pode controlar. Controle só aquilo que é controlável: Seus treinos, seu descanso, sua alimentação e suas emoções. Aprenda com seus erros e ressignifique. Dê um novo significado ao seu erro.

Foco: É de grande importância, pois faz com que você esteja presente de forma completa, “aqui, agora” nos treinos. Muitas vezes nossos problemas pessoais ou profissionais tiram o nosso foco do esporte interferindo de forma negativa. Assim é possível treinar seu foco apenas para o treino que está fazendo naquele momento. Seus problemas podem ser resolvidos depois de forma mais adequada e não interferindo no seu esporte. Trabalhar sua ansiedade ajuda a ter foco.  Você pode criar estratégias para manter seu foco através de “palavras chave” ou respiração.

Visualização: Todos já ouviram em algum momento atletas ou treinadores comentarem sobre visualização e seus efeitos positivos. Quando falo de visualização falo do uso de todos os nossos sentidos: Toque, gosto, audição, cheiro e visão. Você pode começar imaginando sua melhor performance, sempre com ações positivas. Pode se concentrar na técnica perfeita ou no seu resultado ideal. Sempre utilizando todos os seus sentidos.

Positividade e pensamentos: É muito importante aprender a alinhar pensamentos e sentimentos. Não basta pensar positivo, tem que sentir positivo. Nós sabemos que pensamentos negativos roubam a nossa energia e força muscular. Aprenda a falar e sentir positivo com você mesmo.

Vitoria: O que significa vencer para você? Para algumas pessoas é pegar pódio, para outras apenas terminar uma prova, vencer um novo desafio. Reconhecer seus pequenos progressos fazem parte da sua vitória diária. Aprenda a se agradecer e a se aplaudir. Acredite no seu potencial.

Vocês podem perceber que cada item acima implica em equilíbrio emocional. Portanto, se observarmos todos esses itens que se interagem mutuamente podemos compreender a importância dos aspectos psicológicos nos treinos e provas de corrida.

Vamos cuidar da nossa mente?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *