Na primeira prova de 42km de sua vida, etíope vence Maratona do Rio

Descoberto por treinador mineiro, Mersimoy Niguse Alem subiu no topo do pódio masculino. No feminino, a vitória foi de Zinash Estifo Banetirga, também da Etiópia

Vice-campeã entre as mulheres, pernambucana Mirela Saturnino de Andrade foi a brasileira mais bem colocada. Gilmar Silvestre Lopes ficou com a 3ª colocação

A Maratona CAIXA do Rio de Janeiro chegou este ano à sua 16ª edição, sempre com muitas histórias para contar. E neste domingo, dia 3, um capítulo diferente e especial foi escrito nas ruas da Cidade Maravilhosa. O etíope Mersimoy Niguse largou para disputar pela primeira vez uma prova de 42km e cruzou a linha de chegada como o grande vencedor masculino, em 2h18min41s. O queniano Nicolas Kipkorir Chelimo ficou em segundo, seguido do brasileiro Gilmar Silvestre Lopes (Brasil/Cruzeiro), 2h21min01s.

No feminino, Zinash Estifo Banetirga, também da Etiópia, subiu no topo do pódio, com o tempo de 2h41min40s. A pernambucana Mirela Saturnino ficou com a segunda colocação (2h42min06). Priscilla Lorchima do Quênia terminou em terceiro (2h44min02). A maior prova de 42km do Brasil reuniu 14 mil corredores, com largada no Recreio dos Bandeirantes e chegada no Aterro do Flamengo.

“Fiquei muito honrado de competir aqui. Nunca tinha saído do meu país até vir para cá. Gostei muito da cultura do Rio e do clima. O visual é muito bonito. Só não esperava as duas subidas do percurso”, afirmou Mersimoy Niguse Alem, com a timidez típica dos novatos.

A história do campeão da Maratona do Rio só pôde ser escrita graças ao técnico mineiro Paulo dos Santos Rodrigues. Ex-atleta, ele iniciou um trabalho social na Etiópia após conhecer a realidade do país e criou uma equipe de atletismo chamada informalmente de Nova Flor, uma tradução do nome da capital etíope, Adis Abeba.

“Uma vitória numa prova desse nível muda a vida de um fundista. Trabalhar com atletas como esses é muito gratificante”, explica Paulo.

Ao todo, a maior corrida da América Latina levou 38 mil pessoas para a orla carioca neste fim de semana, em provas de 42km, 21km, 10, 6km, percurso infantil e o Desafio Cidade Maravilhosa (21km + 42km), além de atrações musicais e food trucks.

Atleta mais bem colocada do Brasil, a pernambucana Mirela Saturnino de Andrade destacou a importância do apoio dos torcedores do longo do percurso pelo cenário deslumbrante do Rio de Janeiro.

“A natureza, o ar, as pessoas gritando e vibrando, isso faz toda diferença. Você se sente lá no alto. Estava me sentindo ótima até o quilômetro 30. Quando chega ali, fica mais difícil. Vem dor no pé, na patela, e a gente tem que lutar contra as feridas. Consegui manter o ritmo e dedico esse resultado a meu pai, que hoje completa 55 anos. Estou feliz porque dei meu melhor”, disse Mirela, que disputou a prova pela quarta vez e em todas foi ao pódio, com um quinto lugar, um terceiro lugar, um vice-campeonato em 2017 e outro este ano.

No masculino, o melhor brasileiro foi o mineiro Gilmar Silvestre Lopes, terceiro colocado (2h21min01s), logo à frente de seu irmão gêmeo Gilberto, quarto colocado com 2h21min55s. Veterano na Meia Maratona no Rio, Gilmar levou o bronze logo na segunda maratona de sua carreira.

“A gente treina muito para chegar ao pódio. Corri no bloco da frente o tempo todo, junto com os africanos. No quilômetro 30 tentei sair, mas os africanos corresponderam e não consegui me aproximar nos últimos dois quilômetros. Já estava muito esgotado. A Maratona do Rio está crescendo cada vez mais, com o nível melhor a cada ano. A melhor coisa que fizeram foi ter botado a Meia Maratona no sábado e a Maratona no domingo. Foi muito bom”, afirmou Gilmar.

Family Run leva milhares de corredores ao Aterro

O domingo também foi de disputa na Family Run, que reuniu milhares de inscritos para corridas de 6km e 10km. Num domingo de temperatura amena e sem sol no Rio de Janeiro, o clima foi ideal para os 8 mil participantes da prova.

“Foi um dia bom para correr. Nublado, abafado, mas não estava quente, nem chovendo. Então foi perfeito. Fiz uma prova boa, num ritmo bom. Estava previsto para correr a Maratona, mas preferir me poupar e correr os 10km, para não correr o risco de me lesionar”, disse Gisele Barros de Jesus, que ganhou a disputa feminina dos 10km em 37min45s.

No masculino, Pablo Fagundes da Costa levou o ouro na prova de 10km, com o tempo de 31min06s, logo à frente de seu companheiro de equipe Alison Vinicios Leão Costa.

“É a primeira vez que corro aqui no Rio. O percurso é muito bom. Fico feliz de sair vitorioso da prova. Não esperava fazer esse tempo. Vim de lesão e, graças a Deus consegui fazer uma marca boa.”

 RESULTADOS

 MARATONA CAIXA DO RIO DE JANEIRO

 Feminino

1)    Zinash Estifo Banetirga (Etiópia/Nova Flor), 2h41min40s

2)    Mirela Saturnino de Andrade (Brasil/Marinha), 2h42min26s

3)    Priscilla Lorchima (Quênia/Luasa Sports/Caixa), 2h44mins02s

4)    Roselaine de Souza Ramos Benitis (Brasil/Filé & Marcia Narloch), 2h46min35s

5)    Marcela Cristina Gomez Cordeiro (Brasil/Cruzeiro), 2h47min52s

Masculino

1)    Mersimoy Niguse Alem (Etiópia/Nova Flor), 2h18min41s

2)    Nicolas Kipkorir Chelimo (Quênia/Luasa Sports/Caixa), 2h18min59s

3)    Gilmar Silvestre Lopes (Brasil/Cruzeiro), 2h21min01s

4)    Gilberto Silvestre Lopes (Brasil/Pé de Vento), 2h21min55s)

5)    Valdir Sergio de Oliveira (Brasil/Cruzeiro), 2h22min54s

MEIA MARATONA OLYMPIKUS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Feminino

1)    Meseret Merine (Etiópia/ Luasa Sports Caixa), 1h15min21

2)    Gessica Ladeira (Brasi/ Filé e Marcia Narloch), 1h19min17s

3)    Rejane Ester Bispo da Silva (Brasil/ Filé e Marcia Narloch), 1h20min02s

4)    Caroline Jepkemei Kimosop (Quênia/ Luasa Sports Caixa), 1h25min20s

5)    Larissa Marcelle (Brasil/ Pé de Vento), 1h26min02s

Masculino

1)    Paul Kipkemoi Kipkorir (Quênia/ Luasa Sports Caixa), 1h04min05s

2)    Giovane dos Santos (Brasil), 1h06min13s

3)    Jacob Kemboi Kiprotich (Quênia/ Luasa Sports Caixa), 1h07min17s

4)    Glenison Gilbert de Carvalho (Brasil/ Elite Academia), 1h08min23s

5)    Gustavo Henrique Pereira Nascimento (Brasil/ Luasa Sports Caixa RKM) 1h09min07s

FAMILY RUN 10KM

Feminino

1)    Gisele Barros de Jesus (Brasil/Filé & Marcia Narloch), 37min45s

2)    Solange Maria Mariano (Brasil/ Street Runner USA), 38min18s

3)    Luzinete Andrade dos Santos Miranda (Brasil/MT Fit Run), 39min41s

4)    Evillim Rezende Correa (Brasil/MT Fit Run), 40min05s

5)    Iris Ribeiro do Nascimento (Brasil), 41min22s

Masculino

1)    Pablo Fagundes da Costa (Brasil/MT Fit Run), 31min06s

2)    Alison Vinicios Leão Costa (Brasil/MT Fit Run), 31min08s

3)    Eduardo de Brito Ramos (Brasil), 32min46s

4)    Rodrigo Lira (Brasil/Diana Cretaro Sports), 33min22s

5)    José Ivanildo Amorim de Paiva (Brasil), 33min27s

FAMILY RUN 6KM

Feminino

1)    Margarita Andrea Masias Guineo (Argentina), 22min10s

2)    Joseli Janes de Castro (Brasil/Casa do Corredor), 22min21s

3)    Magda Amaral dos Santos Miranda (Brasil/Club da Corrida), 23min43s

4)    Maria Julia da Silva (Brasil/Marines), 24min09s

5)    Marina Malachias (Brasil/Massas de Geovani Braga), 24min18s

Masculino

1)    Welerson Rafael Pires do Nascimento (Brasil/Appai), 18min48s

2)    Paulo Machado dos Santos Silva (Brasil/Appai), 18min54s

3)    Equipe Solange Aparecida, 18min56s

4)    Marcelo Avelar (Brasil/Equipe Solange Aparecida), 19min02s

5)    Douglas C. da Silva (Brasil/Floripa Runners), 19min04s

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *