Joelso Cordeiro e Rosália de Camargo vencem as 100 milhas da INDOMIT Costa Esmeralda, em Santa Catarina

Créditos de Santiago Jose Asef/Divulgação

Catarinense e carioca superam dificuldades de uma prova técnica e se consagram como primeiros campeões desta distância em uma das mais concorridas provas de trail run do Brasil, que também teve disputas nos 100km, 80km, 50km, 21km e 12km

Com o tempo de 24h21m20s, o catarinense Joelso Cordeiro se sagrou campeão das 100 milhas, distância que fez sua estreia na quarta edição da INDOMIT Costa Esmeralda, neste fim de semana, nas cidades de Bombinhas e Porto Belo, em Santa Catarina. No feminino, a vencedora foi a carioca Rosália de Camargo Guarishi, com 27h04m52s. O evento, que aconteceu na sexta-feira e sábado, contou com a participação de 884 atletas, divididos nas provas de 100 milhas, 100km, 80km, 50km, 21km e 12km.

“Foi muito melhor que eu imaginava. Ganhar uma competição dessa importância, com vários ultramaratonistas de renome, foi incrível”, afirma Joelso, vice-campeão dos 260km da Jungle Marathon de 2016, comemorando seu primeiro título em uma ultramaratona. “Foi uma prova muito técnica, com uma altimetria acumulada muito grande, terrenos variados e um sol forte na manhã de sábado. As dificuldades valorizam as vitórias, e a organização foi perfeita em tudo”.

Atleta amador, que começou a correr em 2013, Joelso é metalúrgico na empresa Eccel, em Brusque, em Santa Catarina, e se divide entre o trabalho, a família e os treinos.

“Essa vitória me deu a certeza que meu planejamento foi correto. Dediquei meus últimos seis meses para a INDOMIT Costa Esmeralda e ainda não caiu a ficha sobre o que consegui”, diz Joelso, que estreou em ultramaratonas em 2015, nos 50km da INDOMIT Costa Esmeralda.

Para Rosália, o alto do pódio nas 100 milhas da INDOMIT Costa Esmeralda foi a realização de seu projeto para a temporada de 2017, em que venceu seis das oito competições que disputou.

“Estou realizada com esta conquista, por tudo o que ela significa.  Era a minha prova-alvo este ano. Pude me testar ao máximo e confirmar que fiz um planejamento correto e uma ótima preparação, pois sabia que a prova seria dura”, afirma a campeã, que conseguiu pontos necessários para estar nos 160km da Ultra Trail du Mont Blanc no ano que vem. “As 100 milhas foram elaboradas com perfeição, com marcação impecável e staffs altamente preparados, o que mostra o alto nível de comprometimento da organização, que fez história com essa prova totalmente pioneira no Brasil. É bom saber que temos agora um evento no mesmo nível dos melhores do exterior.

Idealizador das 100 milhas da INDOMIT Costa Esmeralda e diretor do Circuito INDOMIT, Juan Carlos Asef se mostra realizado com os resultados da prova.

“Para a primeira edição de uma prova inédita no Brasil, as 100 milhas, com toda sua complexidade, teve um resultado muito positivo, com muitos elogios dos participantes para a estrutura que montamos, com staff qualificado, postos de abastecimentos e marcação de percurso impecáveis”, avalia Asef. “Sabemos que temos pontos a melhorar e vamos fazer estudos para tornar o percurso mais rápido e também aumentar o tempo limite para a finalização das 100 milhas, como foi sugeridos pelos atletas.”

Para 2018, o Circuito INDOMIT terá como novidade a chegada do venezuelano John Carlo Diaz, com mais de 12 anos de experiência no mercado da Venezuela. Ele será sócio-gerente da Bombinhas Runners, proprietária da marca INDOMIT.

“Queremos ampliar, entre 2018 e 2019, nosso circuito de cinco provas internacionais para 15, com etapas no Aconcágua, Colômbia e Rio de Janeiro”, conta Juan.

Resultados

100 milhas

Masculino:
1) Joelso Cordeiro, em 24h21m20s;
2) Bruno Germano Bauer, em 25h02m30s;
3)  Guilherme Gonçalves,  em 25h06m59s;
4) Daniel Meyer, em 26h41m38s;
5) Breno Silva Braga, em 27h35m44s.

Feminino:
1) Rosália de Camargo Guarishi, em 27h24m52s;
2) Anemari Calixto, em 27h35m34s.

100km

Masculino:
1) Jeferson Dias, em 14h56m30s;
2) Rodrigo Sampaio, em 15h10m23s;
3) Elci Cipriano, em 15h59m14s;
4) Daner Marion, em 16h11m29s;
5) Bruno Kuzmann, em 16h23m53s.

Feminino:
1) Priscila de Souza Santos, em 19h21m59s;
2) Cristela Siebert, em 20h57m58s;
3) Lucimara da Cruz, em 21h38m14s;
4) Malga Rodrigues da Costa, em 21h49m41s;
5) Maria Cristina Wickert, em 21h55m57s..

80km

Masculino:
1) Claudio Oliveira, em 10h27m45s;
2) Eduardo Luis Gomes, em 10h28m24s;
3) Hernandes Magalhães, em 10h35m36s;
4) Geison Ignácio,, em 10h53m23s;
5) Venâncio Cardoso de Oliveira, em 11h02m00s.

Feminino:
1) Silvana Camargo Santos, em 10h50m12s;
2) Lucinara Guerrero, em 14h01m35s;
3) Linda Suzuki, em 14h19m57s;
4) Luciene Mauri, em 13h33m44s;
5) Rosane aparecida Gonsalves, em  15h13m30s.

50km

Masculino:
1) Gilliard Pinheiro, em 5h27m12;
2) Alexandre Santiago, em 5h30m09s;
3) Rodrigo Dutra, em 6h10m23s;
4) Claudinei Vieira dos Santos, em 6h21m12s;
5) Leandro dos Santos Oliveira, em 6h22m45s.

Feminino:
1) Jasiele Rosa, em 6h44m54s;
2) Mari Angela Baldiserra, em 7h12m30s;
3) 7h52m33s;
4) Luciana Fantinato, em 8h05m30s; e
5) Caroline Riella, em 8h06m10s.

21km

Masculino:
1) Wanderley Fischer, em 1h50m30s;
2) Max da Silva Jr, em 1h50m30s;
3) Sidney Espindola, em 1h58m01s;
4) Sérgio de Paula Dantas, em 2h03m51s;
5) André Siegle, em 2h04m55s.

Feminino:
1) Luciane Pereira da Silva, em 2h19m59s;
2) Larissa França, em 2h23m32s;
3) Cleide Martins, em 2h28m16s.
4) Josiane Alves Moresine, em 2h28m56s;
5) Caroline Fernandes Castilho Santos, em 2h28m56s.

12km

Masculino:
1) Everton Rafael da Silva, em 1h12m30s;
2) Ronaldo Rodrigues, em 1h32m10s;
3) Tiago Oschelski, em 1h33m29s;
4) Jarbas de Sousa Alencar, em 1h36m08s;
5) Galli Alejandro Cesar, em 1h42m07s

Feminino:
1) Janine Lago, em 1h26m14s;
2) Márcia Skaf Pinaud Cerri Costa, em 1h34m10s;
3) Ana Maria Rosa, em 1h35m07s;
4) Elaine Vandresen de Souza, em 1h38m48s.
5) Janaina Carmen da Rosa Werner, em 1h42m44s.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *