Período menstrual e desempenho na corrida

As mulheres, mensalmente e diferente dos homens, possuem divergências no rendimento da corrida de acordo com a fase do período menstrual.

Cada uma tem um ciclo menstrual diferente. Muitas sofrem mais na TPM (Tensão Pré Menstrual) devido às cólicas mais fortes e outros incômodos relacionados. Mas há também aquelas que possuem um ciclo completamente desregulado e as que sentem pouco os efeitos das mudanças hormonais. Porém mesmo com estas diferenças ocorre a queda de rendimento em algumas fases do ciclo para todas.

Em um único mês ocorrem várias mudanças fisiológicas que afetam tanto positivamente quanto negativamente o rendimento nos treinos. Por isso, é fundamental respeitar cada fase do ciclo, adaptando as sessões manipulando a carga da intensidade e também do volume.

O ciclo menstrual tem duração de aproximadamente 28 dias, dividido teoricamente nas seguintes fases:

Menstruação: nesta fase, o desempenho costuma ser menor, principalmente para aquelas que sofrem de um fluxo menstrual intenso com fortes cólicas. Por isso é recomendado rodagens leves e regenerativas, evitando treinos de velocidade como intervalados. Em alguns casos o descanso será necessário para evitar desconfortos.

Pós- menstrual: nos primeiros dias após a menstruação há um aumento do hormônio estrógeno e maior liberação de noradrenalina, que aumentam a motivação e melhoram o desempenho. Neste período os treinos mais intensos serão bem proveitosos, além de ser uma excelente época para competir.

Ovulatória: ocorre aproximadamente 10 dias antes da próxima menstruação, e caracteriza-se como período fértil. Nesta fase há uma leve queda de força, porém os treinos não precisam de grandes mudanças, apenas adequar a velocidade dos treinos mais intensos, por exemplo.

Tensão Pré-menstrual (TPM): nessa fase que se tem o pior desempenho, devido ao aumento da fadiga, juntamente com diversos sintomas da TPM, como irritabilidade, dor de cabeça, retenção de líquidos, dores nos seios, entre diversos outros. Por isso novamente é recomendado rodagens leves e regenerativas.

Com todas estas informações conclui-se a importância das mulheres terem um controle do ciclo menstrual e conheçam o funcionamento de cada fase. Assim, os treinos, e toda a distribuição dentro de um planejamento, ficarão de acordo com as fases mais propícias a realizar. E, além disso, pode-se definir as provas alvo de acordo com as épocas de melhor rendimento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *