Após 1 ano e meio, São Paulo recebe corrida de rua

Volta SP 10K foi organizada pela ABRACEO, com aval do Governo do Estado, para avaliar os protocolos de saúde para a retomada dos eventos esportivos

Após um ano e meio, São Paulo voltou a sediar uma corrida de rua. Na manhã deste domingo, 29 de agosto, 1.200 atletas participaram da Volta SP 10k, que contou com o aval do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo e idealização da ABRACEO – Associação Brasileira dos Organizadores de Corridas de Rua e Eventos Outdoor. Seguindo todos os protocolos de saúde, a prova transcorreu com tranquilidade e foi aprovada por atletas, organizadores e órgãos públicos. 

Desde a chegada, os protocolos já se mostraram bastante eficientes. O acesso ao espaço de uso comum do evento só era permitido mediante a aferição de temperatura e apresentação do credenciamento realizado na entrega de kits com a testagem de antígeno nasal, onde nenhum caso foi detectado. Na arena, os atletas foram divididos em pelotões de acordo com o ritmo de corrida para as largadas em onda espaçadas em um minuto a cada 100 atletas. O uso de máscara foi exigido e reforçado durante todo o período de prova, inclusive no percurso, seguindo as orientações do município. 

Em outubro de 2020 nós realizamos uma Corrida de Verificação de Protocolos que nos ajudou a balizar como seria essa retomada e neste domingo nós mostramos que é possível promover corridas de rua de maneira segura. A Volta SP 10k foi um sucesso. Os atletas entenderam este novo momento e seguiram todas as diretrizes. Que seja a primeira de uma série de corridas para que o nosso setor volte a operar e os atletas possam desfrutar de momentos como os que vimos aqui em São Paulo”, avalia Paulo Carelli, Presidente da ABRACEO. 

Com largada na Pista Expressa da Marginal Pinheiros, a Volta SP 10k trouxe muitas recordações aos corredores. Ouvir o som da buzina na largada foi um momento de emoção para os 1.200 atletas que prestigiaram a prova. “Foi muito bom poder voltar a correr. Esse é um novo momento e o prazer de participar de uma corrida de rua é bom demais. Só quem corre e sente essa adrenalina sabe o quanto isso nos faz bem. Foi tudo muito bem organizado”, comenta Rita de Cássia, uma das participantes do evento.

Entre as autoridades presentes na Volta SP 10k estava o Secretário Estadual de Esportes, Aildo Ribeiro. Quem também correu na Volta SP 10k foi a Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patricia Ellen da Silva. “Na semana que registramos o menor número de internações desde o início da pandemia, esta corrida foi um marco para a retomada dos eventos esportivos. Os corredores deram exemplo de que é possível correr de forma segura, respeitando protocolos e sem aglomerações. Uma corrida-modelo cujos aprendizados serão uma referência para São Paulo, para o Brasil e para o mundo”, ressalta Patricia Ellen da Silva.

Após a realização do evento-teste, todos os participantes serão monitorados eletronicamente durante os próximos 14 dias e haverá uma retestagem por amostragem para avaliação da segurança epidemiológica. O sucesso da Volta SP 10k será fundamental para o protocolo de corridas de rua ser refinado para a retomada do setor. Este evento foi fruto de mais de seis meses de conversas do Governo do Estado com os setores de eventos para garantir uma retomada gradual e segura. 

10 km – Feminino:

1ª Lidiane Santos – 38min57s

2ª Rozilene Jesus – 39min22s

3ª Alice Fonseca – 39min41s

10 km – Masculino:

1º Damião Souza – 30min54s

2º Leonardo Olinda – 31min34s

3º Vanilson Neves – 33min31s

5 km – Feminino:

1ª Joice Pereira dos Santos – 20min06s

2ª Patricia Brasil – 20min35s

3ª Cintia Trisotti – 20min46

5 km – Masculino:

1º Andre Santana – 15min35s

2º Danilo Thomaz – 15min46s

3º Jucimario Silva – 15min48s

Com idealização da ABRACEO, a Volta SP 10K conta com a organização de empresas do setor de eventos, entre elas a Iguana Sports, Chelso Sports e Beta Sports. Com aval do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de São Paulo, o evento-teste  tem o apoio da Samsung, e-commerce Girafa, Movement e Decathlon. A prova segue uma série de diretrizes para avaliação do retorno das corridas de ruas presenciais e foi homologada pela FPA – Federação Paulista de Atletismo – através da obtenção de alvará, seguindo os protocolos sanitários determinados pela Secretaria Estadual de Saúde, assim como, o protocolo elaborado pela Abraceo apreciado pela Covisa

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *