A importância da comunicação e relação entre treinador e atleta

O corpo humano não é uma máquina exata. Enfrenta oscilações de ocorrências e sensações diárias.

E estas variações influenciam no treinamento, principalmente em treinos que exigem um maior esforço como os intervalados e as provas em si, que trabalham em uma velocidade superior a suportada de forma confortável.

Quando o treinador programa e organiza os treinos dos atletas, ele deve levar em consideração além das alterações fisiológicas, a rotina, possibilidades, e dificuldades diárias. E para o sexo feminino acrescenta-se a isso as interferências hormonais.

São muitas variáveis que precisam ser conciliadas com as sessões individualmente.

Por isso que a comunicação e o retorno entre atleta e treinador são importantes. Pois se o último estiver a par destas variações, pode realizar uma melhor orientação, e realizar os ajustes necessários diariamente e semanalmente.

A influência do treinador sobre o atleta não fica somente na execução dos treinos. Por isso que quanto melhor for a relação treinador-atleta, melhor será os resultados obtidos. E, além disso, é importante que o treinador tenha experiência prática e anos acumulados na modalidade que exerce orientação. Isso aliado aos conhecimentos teóricos forma um excelente repertório para entender tudo o que se passa com os seus atletas.

Cada um tem o seu papel, o treinador de passar os seus conhecimentos ajustados a cada pessoa, e o aluno/atleta executar de acordo com o planejamento fornecendo feedbacks com intervalos pequenos, a fim de obter uma melhor personalização de seu treinamento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *