No mês da mulher, Strava reforça iniciativa para aumentar presença feminina no esporte

“Marcha das Minas” faz parte da campanha “Strive for More” e acontecerá em São Paulo no dia 12 de março; ações especiais como o desafio Hot Girl Walk™ convidam o público a cumprir o desafio de caminhar 6,4 km até o final do mês

Estudos mostram que 91% das mulheres de 25 a 39 anos dizem que fazer exercício é tão importante para a saúde mental quanto para a física. Porém, fatores externos como as obrigações sociais e o assédio nas ruas, levam as mulheres a dedicar menos tempo à prática esportiva do que os homens. O Strava, a plataforma social líder para atletas e a maior comunidade esportiva do mundo, quer ajudar a mudar isso.

Para celebrar e honrar o Dia Internacional da Mulher, o Strava realizará a “Marcha das Minas” no dia 12 de março, no Parque Bruno Covas, em São Paulo. No domingo de manhã, 100 convidadas, entre elas Carol Barcellos e Bruna Linzmeyer, se reunirão para caminhar cinco quilômetros e falar sobre a importância da atividade física na rotina diária.

Segundo dados colhidos semanalmente pela plataforma, as mulheres brasileiras são 14% menos ativas que os homens. Por outro lado, elas fazem mais caminhadas (55%) do que eles.

“Nós percebemos que as mulheres acabam deixando a atividade física para cumprir seus afazeres domésticos ou sociais e isso precisa mudar. Nós queremos ressaltar para toda a comunidade que a caminhada também é um esporte e que é tão importante quanto os outros. Com a “Marcha das Minas”, nós queremos mostrar que é possível tirar uma hora do seu dia para uma caminhada e que isso trará benefícios enormes para a saúde”, diz Rosana Fortes, country manager do Strava.

Desafio global

Na semana passada, o Strava lançou o desafio Hot Girl Walk™ na plataforma. Os usuários da marca uniram à trend de Mia Lind, que ficou famosa no TikTok, e caminhar 6,4 km até o final do mês.

Para cada pessoa que concluir o desafio no app, o Strava doará US$ 4 ao GRLS, uma iniciativa da Women Win que, juntamente com seus parceiros de implementação, impactou a vida de mais de 4 milhões de adolescentes e mulheres jovens em mais de 100 países. Por meio de esportes e brincadeiras, o GRLS ajuda a desenvolver habilidades de liderança e capacita as meninas a saberem exigir e exercer mais eficazmente seus direitos.

A ação dá continuação à campanha “Strive for More”, que teve seu início no Tour de France Femme avec Zwift. Neste novo movimento, a marca convoca atletas, fãs e organizações para a busca por mais oportunidades e equidade nos esportes femininos. O Strava também firmou um compromisso de US$ 1 milhão, a ser investido nos próximos três anos, para que mais mulheres cheguem à linha de largada ou que, pelo menos, se dediquem a uma rotina de exercícios.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *