Como prevenir dores nos joelhos em corredores?

joelhosPOR ANDRÉ NOGUEIRA FERRAZ – As lesões por excesso (overuse) são frequentes em corredores recreacionais de curta, média e longas distâncias, com prevalência anual de até 70%. (Esculier, JF et al, 2014).

A Dor Femorapatelar (DFP) ou Condromalácea Patelar conhecida como a dor anterior do joelho, é uma desordem que comumente afeta corredores, representando de 25% a 40% dos problemas de joelhos tratados em centros especializados. (WITVROUW et al, 2013).

Caracterizada por dor difusa na região anterior do joelho é agravada em atividades como agachamento, tempo prolongado na posição sentada, subir e descer escadas, bem como atividades repetitivas como a corrida. (WITVROUW et al, 2014; GILES, et al, 2013; BOLING et al 2010)

Muitos fatores têm sido apontados para explicar a DFP, incluindo diminuição de força muscular e do controle durante a execução dos movimentos. Esculir, JF e seus colaboradores observaram em seu estudo que os corredores com a DFP tiveram maior alteração na biomecânica dos pés comparados ao grupo sem a DFP.

A grande questão é, será que se eu modificar minha pisada eu consigo melhorar minhas dores no joelho? Como modificar minha pisada?

Hoje na literatura científica, existem novos trabalhos abordando o pé, demonstrando que o uso de órteses pode ser capaz de melhorar a dor no joelho por alterar a mecânica da pisada, principalmente do retropé (parte de trás do pé).

Porém nenhum estudo ainda abordou se o fortalecimento dos pés juntamente com a melhora do controle do movimento, teriam os mesmos efeitos sobre a DFP.

O que sabemos hoje, e que é padrão ouro para prevenir, tratar e preparar o indivíduo para a corrida, é o fortalecimento dos músculos do quadril (Glúteos) e do Tronco. (Lucareli, 2010)

O alongamento muscular pode prevenir dores nos joelhos na corrida? Não, o alongamento muscular não previne a DFP. Ter um bom alongamento não evita a sobrecarga gerada pela corrida. Portanto, a melhor forma de não sentir essas dores é ter um bom trabalho de força realizado antes de iniciar o treinamento específico de corrida, seja ela de curtas ou longas distâncias.

Dicas:

Fortalecimento da região dos glúteos e do tronco são muito bem-vindos.

Inclinar levemente o tronco para a frente durante a corrida, faz com que a força de reação do solo (força quando pisamos) se desloque para trás, aliviando a sobrecarga nos joelhos.

Dr. André Nogueira Ferraz

CREFITO 3/ 161606-F

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.