Em que live eu vou? Cuidado para não correr riscos!

A educadora física e coach de Pilates e Yoga, Adriane Lafemina, diz que lives com atividades físicas generalistas podem oferecer riscos à saúde. Treinos devem ser personalizados.

A tecnologia é uma aliada na hora de exercitar na quarentena, mas diante de tanta demanda é preciso se atentar às instruções de quem tem autoridade no assunto

Com o período de quarentena imposto pelo isolamento social, é comum encontrar uma enxurrada de aulas online e lives gratuitas de exercícios físicos, entretanto, isso pode apresentar um risco à saúde se não houver o acompanhamento de um especialista habilitado. O CONFEF (Conselho Federal de Educação Física) tem alertado através de seus canais de comunicação nas redes sociais que somente um profissional de educação física com seu registro no conselho ativo pode prescrever treinos. Outro ponto importante é a maneira genérica que a prática é prescrita: os treinos assim como dieta e remédios devem ser personalizados.

A personal coach de Pilates & Yoga Adriane Lafemina, formada em Educação física e com pós-graduação em Educação Física Escolar e Atividade Física Adaptada, além de diversas formações em pilates e yoga, explica que um dos problemas são os inúmeros blogueiros desabilitados dando aulas e colocando seus seguidores em risco. “Não é seguro uma pessoa sedentária participar de uma live, de uma aula de alta intensidade, em que o professor não tem ideia de que público está atingindo. Diante de tanta demanda gratuita é preciso buscar orientação, consultando  um profissional de Educação Física, que poderá fazer uma avaliação e organizar um plano para aquele aluno/cliente, escolherá a atividade física que melhor lhe trará benefícios, levando em conta o que o aluno gosta e o que ele precisa. Quem escolhe apenas uma atividade online pelo que gosta, pode se machucar e se lesionar seriamente”, afirma.

A tecnologia é uma realidade excepcional e aliada da nossa existência, seja social, profissional ou educacional se utilizada de forma cuidadosa, com segurança e responsabilidade. Por três anos consecutivos a tecnologia, o treinamento com o peso do própio corpo, treinamento HIIT, treinamento funcional e o treinamento em grupos apareceram na lista de tendências do fitness do American College of Sports Medicine (ACSM) entre as 10 maiores tendências de 2018/ 2019 e 2020. Então diante desses dados, o cenário atual já era previsto por especialistas do fitness mundial.

Treinador Robson Sampaio questiona a formação de pseudo profissionais que oferecem lives durante a quarenta.

Na visão do educador físico Robson Sampaio, o treinamento online é uma ferramenta interessante e já consolidada no mercado fitness, mas para utilização deste serviço de forma segura e assertiva o profissional deve submeter a pessoa interessada a preencher uma anamnese, um questionário completo, como: condições físicas atuais, se já praticou alguma atividade física, histórico de doenças, e histórico alimentar.

“Com o mínimo dessas informações entramos em uma área de risco, é aí que mora o perigo. É como contar com a sorte, tentativa de acerto e erro.  Com a alta demanda, por conta do isolamento social, aumentou a oferta e o impulsionamento das plataformas digitais se encarregam de encontrar o seu cliente em potencial, através das lives e plataformas online. Mas quem está orientando esses treinamentos? Qual a sua formação profissional? Quanto de experiência tem esse pseudo profissional para tal abordagem?”, questiona Robson.

“O barato pode sair muito caro. Evite atividades de risco e treinar sem a devida progressão personalizada. O momento agora é de alinhar suas ideias: esqueça o lado físico um pouco e pense no seu mental! “, Darlan Souza.

De acordo com Darlan Souza, treinador pós-graduado em Fisiologia do Exercício, todo exercício prescrito presencial ou não, deve atender a três pontos chave: ser seguro, prazeroso e eficiente. Desta forma o maior cuidado é com a segurança dos móveis da casa, no entorno e onde se apoia. “Pois eficiência da sessão e sentimento de prazer (com a liberação de endorfinas) o profissional habilitado que prescreve sabe bem conduzir o estímulo e levar a esses pontos chave. Escolha as atividades que dão prazer e alegria, jamais faça atividades que não te tragam benefícios mentais neste período, estamos isolados e com a saúde mental fragilizada. Busque atividades que estava acostumado e poder fazer em casa, atividades que sejam de ordem mentais, como jogos e brincadeiras online são bem vindos”, aconselha.

As autoridades de saúde orientam a praticar atividade física para ajudar na imunidade, fora os outros benefícios para a saúde, então, as pessoas procuram. Do outro lado, há profissionais de Educação Física que foram impedidos, em virtude do coronavírus e do isolamento social, a atenderem seus alunos e clientes por meio virtual, seja vídeo aulas ou aplicativos de vídeo chamada. Para Adriane Lafemina, isso resulta em alguns pontos negativos como o fato de as pessoas não quererem pagar pelo serviço, pois existem muitas aulas de graça na web, e aí desvalorizam o profissional, alegando que há outros cobrando bem menos. Para quem busca e acha que o atendimento online é uma opção, deve-se buscar um profissional licenciado e habilitado, com especialização, conferindo o registro.

O treinador Robson Sampaio afirma que respeitar a individualidade biológica é o primeiro princípio do treinamento desportivo: “a dica que deixo é não se iludir com propostas infundadas, milagrosas, resultados rápidos e que tudo serve para todos. Se faz necessário entender e respeitar os seus limites físicos antes de começar.  Não é porque a pessoa por trás da live tem milhares de seguidores ou tenha o corpo e o condicionamento físico aparentemente perfeito que ela é apta a te levar benefícios reais”.

“O barato pode sair muito caro. Evite atividades de risco e treinar sem a devida progressão personalizada. O momento agora é de alinhar suas ideias: esqueça o lado físico um pouco e pense no seu mental! Aproveite e comece a criar iniciativas utilizando as ferramentas que tens em casa, leia um ou mais livros, escreva um livro ou e-book, assista as séries que estava querendo a tempos, aprenda receitas, faça um curso online, ou crie um curso online, faça uma limpeza em seus documentos e arquivos digitais. Use da criatividade e mostre que o equilíbrio neste momento é fundamental em um período crítico da história mundial”, finaliza o treinador Darlan Souza.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.