Estrela Comunicação anuncia projeto “Núcleo Vencedores”

Formado por um time de dez corredores de rua amadores, tem como proposta mostrar às marcas o quanto o esporte vem ganhando força entre pessoas que exercem as mais diversas funções, mas conquistam pódios e se dividem e dedicam nas duplas tarefas

Rogerson Glaab
Fotop

A Estrela Comunicação, agência da jornalista e empresária Fernanda Spagnuolo que em 2024 completa oito anos de existência, comunica uma grande novidade: o Núcleo Vencedores.

Formado inicialmente por dez atletas amadores que se dividem entre seus cargos e suas profissões, a proposta é valorizar cada vez mais o esporte como um todo. Neste primeiro momento, o foco será com corridas de ruas. Para tal, ela juntou um time de feras que acumulam pódios e/ou medalhas com excelentes resultados. São eles (em ordem alfabética): Douglas Byko, Edeueis de Morais, Fabio Sousa, Hildeme Santana, José Omena, Keila Santos, Luciano Santos, Marcio Farias, Marcio Sudano e Rogerson Glaab.

Eles, que exercem as mais diversas funções no dia a dia, são exemplos de dedicação, disciplina e provam que se tornar um atleta é possível, sim, independentemente da idade.

Conforme explica a sócia da agência, esta nova área é uma realização de um sonho também para ela. “Eu nunca fui de fazer esportes, apesar de ter sido bailarina por boa parte da minha vida. Eu nunca nem imaginei que trabalharia com jornalismo esportivo até ter as corridas de rua Troféu Cidade de São Paulo e Troféu Independência, realizadas pela JJS Eventos (empresa de José João da Silva, que acumula vitórias e pódios ao longo de sua vida)”, conta ela. “Com o tempo, hoje não só entendo e escrevo sobre corridas, como até me tornei uma corredora”, completa.

Sendo assim, Fernanda explica que ao entrar no meio não só como assessora, mas também praticante, descobriu a quantidade de talentos existentes que não possuem apoios, que compram itens e vão às disputas por conta própria. “Já que tenho este dom da divulgação, vou usá-lo a favor de quem incluiu o esporte em sua rotina e não será apenas para amadores. Estamos abertos para receber sugestões de atletas profissionais, também. Vamos avaliar um a um e, com o tempo, somar o máximo possível. Além disso, para médio prazo também queremos incluir outras modalidades ao núcleo”, finaliza.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *