Fazer uma maratona faz de mim um maratonista?

POR DARLAN DUARTE – Você foi lá, treinou por meses a fio, perdeu peso, abriu mão daquela cervejinha de fim de semana… tudo pelo sonho de correr uma maratona. 

E chega o dia! Esforço, dedicação, suor e lágrimas. Colocar aquela medalha no peito e gritar: 

-Eu sou um maratonista!!

Dias depois, voltando aos treinos, aquele seu amigo – ou conhecido – corredor, que já tem mais de 20 maratonas nas costas, chega para você num treino e diz: “você fez uma maratona, mas não é um maratonista”. 

Um balde de água fria, não é mesmo? Difícil não ter aquele sentimento de que a sua conquista foi diminuída. 

Provavelmente essa é uma das discussões mais polêmicas na corrida de rua: Fazer uma maratona faz de mim um maratonista? 

Primeiro, devemos partir do princípio que é uma análise subjetiva. Tudo irá depender da forma como cada corredor – ou treinador – enxerga a conquista. E no fim, considerando que a corrida deve ser parte prazerosa de nossa rotina, o que importa é a própria visão que cada um tem. 

Para muitos, o que define ser maratonista ou não é a experiência de ter percorrido os desafiadores 42.195m, independente do número de vezes que ele fez ou fará a distância. 

Já para outros, ser maratonista está muito mais relacionado a um estilo de vida. É aquele corredor que só tem motivação para treinar nessa distância, que rende muito melhor em treinos mais longos, e que programa viagem de férias para correr uma Major, por exemplo. 

Eu acho que maratonista é…

Não ficarei em cima do muro. Para mim, maratonista é aquele que tem na distância seu estilo de vida. Isso quer dizer que, mesmo do alto das minhas 8 maratonas, não me considero um maratonista. Eu fiz a distância, mas não corro com ela no meu horizonte o tempo todo. Minha motivação para correr é bem diversa, e já mudou muito durante esses anos.

E quando tenho aquela dúvida se ver as coisas dessa maneira é a forma mais “correta”, eu logo avalio os mais de 1000 alunos que atendi nesses 16 anos na corrida, e lembro-me do brilho no olho que só quem ama correr os 42km tem. Aquela animação para começar o novo ciclo, a expectativa para chegar rápido à época os “longões”, dentre outras coisas. 

Agora, se você correu uma maratona e se define como maratonista, também não há nenhum problema. As lembranças que guardamos de cada jornada, cada conquista, são nossas. E nada disso mudará o fato que a distância marcou ou marca parte da sua vida. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.