Gravidez e corrida: funciona?

Durante a gravidez, algumas mulheres ficam em dúvida se podem ou não continuar os treinos. A corrida pode ser uma grande aliada à saúde da mulher grávida e, se houver a aprovação do médico, pode ser feita ao longo de toda a gestação.

 

O clínico geral, médico do esporte e fisiologista do Exercício, Dr. Marcelo Aragão Moraes, explica que os treinos podem trazer inúmeros benefícios durante a gravidez: “Melhora da capacidade aeróbica, controle do peso, redução da ansiedade, sensação de bem estar, que são fundamentais no período do parto e após o nascimento do bebê”.

 

Segundo ele, “durante o primeiro trimestre de gestação, existem algumas contra indicações relativas à corrida , como placenta prévia, sinais de sangramentos e outros. A partir do segundo trimestre o risco diminui para qualquer tipo de atividade, inclusive a corrida. Entretanto, a mulher tem que ser cautelosa com volume e intensidade da corrida, pois o risco nesse período é de lipotimia (desmaio, tonturas), hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue) e desidratação. A partir do ultimo trimestre de gravidez as complicações são mais voltadas à mudança da dinâmica da corrida devido o aumento do volume da barriga – as passadas ficam mais complicadas, as lesões de quadril, região lombar e joelho podem se apresentar, aumentando também o risco de queda”.

 

Neste período, a duração dos treinos devem ser reduzidos, assim como a intensidade,

“Orientamos a realizar treinos curtos entre 30 e 40 minutos, numa faixa de 50% e 60% da sua capacidade aeróbica máxima. Isso para mulheres que já realizam a prática de corrida. As que nunca realizaram prática de corrida devem ser estimuladas a outras atividades físicas como exercícios de alongamento, caminhadas, fortalecimento muscular com baixa carga (treinamento funcional)”, orienta Aragão.

 

Além da corrida, o médico destaca algumas atividades que podem fazer muito bem para as futuras mamães, como caminhadas ao ar livre, pilates e musculação de uma maneira planejada, treinamento funcional, exercícios na água, como a hidroginástica e terapia para gestantes, alguns exercícios de yoga, e para as corredoras a corrida na intensidade e volume planejado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.