Meia Maratona Internacional de São Paulo 2020 com inscrições abertas

Prova será no dia 2 de fevereiro de 2020

São Paulo (SP) – A programação de corridas da próxima temporada já está em pauta. Nesta quarta-feira foram abertas as inscrições para a Meia Maratona Internacional de São Paulo 2020 uma das mais fortes e técnicas disputas do gênero no país. A prova, em sua 14ª edição,  será no dia 2 de fevereiro, mais uma vez com largada e chegada na Praça Charles Miller, no Pacaembu. Além dos 21.097 metros pelas  ruas da capital paulistas, o evento ainda contará com uma corrida de 5K.

Como sempre acontece em todas as provas promovidas e organizadas pela Yescom, abertura das inscrições terá preços promocionais, motivando a participação de mais corredores. Neste primeiro lote, os interessados poderão confirmar presença com duas opções: Promo, de  R$ 80,00 (sem camiseta), e Básica, R$120,00 (com camiseta). A prazo para este valor vai até 14 junho e poderá ser feita no boleto ou em até duas vezes no cartão de crédito.

Os corredores do Quênia levaram a melhor Meia Maratona Internacional de São Paulo de 2019. Geofry Kipchumba e Sharon Arusho confirmaram o favoritismo e venceram a prova. Após 21.097 metros, Geofry marcou o tempo de 1h04min37seg, enquanto Sharon completou o percurso com o tempo de 1h17min03seg. Com o resultado, os estrangeiros agora dominam no masculino, com sete vitórias contra seis do corredores nacionais, e no feminino com a nona conquista na história da prova paulistana.

Resultados 2019

Elite Masculino
1) Geofry Kipchumba (Quênia), 1h04min37seg
2) Gilmar Lopes (Brasil), 1h05min51seg
3) Damião de Souza (Brasil), 1h06min51seg
4) Giovani dos Santos (Brasil), 1h07min18seg
5) Edson Amaro  dos Santos (Brasil), 1h07min37seg

Elite Feminino
1) Sharon Arusho (Quênia), 1h17min03seg
2) Andréia Hessel (Brasil), 1h19min22seg
3) Simone Ferraz (Brasil), 1h20min50seg
4) Jaciane Araújo (Brasil), 1h23min59seg
5) Larissa Quintao (Brasil), 1h24min08seg

Tempos e campeões

Em sua história, a Meia Maratona Internacional e São Paulo tem apresentado boas marcas. Nesta edição, a expectativa mais uma vez é de tempos ainda melhores, em razão das alterações no percurso, agora mais linear, plano e rápido. O recordista no masculino é o queniano Joseph Aperumoi (QUE), com 1h01min38seg, obtido em 2012, seguido pelos brasileiros Marilson do Santos, com 1h03min10seg, de 2011, e Giovani dos Santos, com 1h03min37seg, e 2013.

Entre as mulheres, Paskalia Chepkorir, também do Quênia,  tem o melhor tempo, com 1h12min29seg. Em segundo está Sara Makera, da Tanzânia, com 1h13min19seg, e Angelina Mutuka, do Quênia,  com 1h14min14seg.

Campeões

Masculino
2019  – Geofry Kipchumba (QUE), 1h04min37sg
2018 – Dennis Kemboi (QUE), 1h05min21seg
2017 – Daniel Kiprotich (QUE), 1h04mins56seg
2016 – Giovani dos Santos (BRA), 1h06min21seg
2015 – Solonei Rocha da Silva (BRA) 1h04min36seg
2014 – Stanley Koech (QUE), 1h03min52seg
2013 – Giovani dos Santos (BRA), 1h03min37seg
2012 – Joseph Aperumoi (QUE), 1h01min38s (recorde da prova)
2011 – Marilson Gomes dos Santos (BRA), 1h03min10seg
2010 – Giomar Pereira da Silva (BRA), 1h04min31seg
2009 – Damião Ancelmo (BRA), 1h05min18seg
2008 – Kipromo Mutai (QUE), 1h04min02seg
2007 – Mathew Cheboi (QUE), 1h06min15seg

Feminino
2019 – Sharon Arusho (QUE), 1h17min03seg
2018 – Joziane Cardoso (BRA), 1h16min54seg
2017 – Caroline Kimosop (QUE), 1h18min29seg
2016 Sylvia Kibiego (QUE), 1h18min03seg
2015 – Joziane Cardoso (BRA), 1h17min45seg
2014 – Joziane Cardoso (BRA), 1h17min29seg
2013 – Sara Makera (TAN), 1h13min19seg
2012 – Paskalia Chepkorir (QUE), 1h12min29seg (recorde da prova)
2011 – Agnes Jepkosgei Cheserek (QUE), 1h16min21seg
2010 – Rumokol Elisabeth Chepkanan (QUE), 1h14min35seg

2009 – Angelina Mutuka (QUE), 1h14min14seg
2008 – Eunice Kirwa (QUE), 1h15min08seg
2007 – Ednalva Laureano (BRA), 1h15min13seg

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.