Motivos e cuidados para correr na terceira idade

pedestrian-653729_1280POR CLAUDIO LAFEMINA – A corrida de rua tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil. Segundo pesquisa do atleta e estatístico dinamarquês Jens Jakob Andersen, o número de maratonistas no país cresceu 40% entre 2009 a 2014. Esse crescimento é refletido em diversas faixas etárias, inclusive, entre os idosos mesmo sendo considerado um esporte de alto impacto.

Isso acontece porque com as precauções e acompanhamentos adequados a prática traz inúmeros benefícios psicológicos como a melhora da autoestima, da confiança e a diminuição da ansiedade e físicos como o fortalecimento do sistema cardiovascular e pulmonar, diminuição de massa gorda e prevenção de doenças como pressão alta, diabetes, osteoporose e depressão.

Para isso, antes de começar a prática esportiva é importante consultar um cardiologista para conferir as condições de saúde. Afinal, a corrida também tem suas contraindicações e não só na terceira idade. Doenças cardiovasculares, hipertensão e limitações causadas pela artrose tanto no joelho como no quadril podem ser impeditivos.

Estando tudo bem, o esportista da terceira idade pode começar com uma caminhada e, aos poucos, ir aumentando o ritmo até começar a intercalar a caminhada com um trote. Se puder ter a orientação de um personal trainer, é o ideal.

Para quem não pode contar ainda com esse acompanhamento, algumas dicas: não é indicado correr em horários de muito sol e calor, nem em jejum. Evite locais com piso irregular, buracos e obstáculos. O alongamento é essencial para a prevenção de lesões, assim como exercícios funcionais ou musculação para o fortalecimento do core e da musculatura que envolve os joelhos. É importante sempre respeitar os próprios limites e manter-se hidratado.

Para iniciantes, a frequência de duas vezes por semana é o indicado. Com a melhora do condicionamento físico pode-se aumentar o tempo ou mais um dia de treinamento. A harmonia do corpo como um todo é uma aliada importante na busca por um estilo de vida saudável.

CLAUDIO LAFEMINA é graduado em Educação Física pela Fefis (Santos/SP), em 1999. Atua há 15 anos como personal trainer, e é especializado em Musculação, Treinamento Funcional e Terceira Idade. Formado também em Pilates de Aparelho pela Arte em Movimento. Sócio-Proprietário da PERSONAL WORK – Assessoria em Welness & Fitness (www.personalwork.com).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.