Toda atividade física precisa de suplementos alimentares?

1POR VINICIUS MENDES – A prática de exercícios físicos é algo que faz muito bem à saúde. Essa atividade é altamente recomendada por médicos e especialistas, pois traz uma série de benefícios, como produzir hormônios que estimulam a felicidade, ajudar a manter, regular ou melhorar o peso e diminuir o risco de doenças.

Quem vai além e faz esportes ou frequenta academias adiciona o uso de suplemento alimentar à prática do exercício físico. Isso ocorre para que os resultados aconteçam de maneira mais veloz, eficiente e o desempenho seja elevado.

A partir daí, muitas dúvidas surgem a respeito dessa suplementação: ela é necessária? Faz mal? Suplemento é bomba? Toda atividade praticada faz com que ela precise ser utilizada?

O que são suplementos alimentares?

Se você não está familiarizado com o mundo da musculação ou da nutrição, ouvir falar em suplemento alimentar pode assustar. Muitos confundem e acham que são as famosas “bombas” utilizadas para crescimento muscular. Mas não é isso: tratam-se de complementos à alimentação da pessoa que pratica exercício físico. Essas substâncias químicas são produzidas a partir de compostos de todas as vitaminas e minerais.

Para o nutricionista Diogo Círico, os suplementos são fornecedores de nutrientes, assim como os alimentos, mas com algumas diferenças básicas. “Eles trazem uma grande quantidade de um nutriente isolado, uma concentração que somente poderia ser encontrada se o indivíduo consumisse uma grande quantidade de alimentos, o que descontrolaria o balanço dietético. Além disso, suplementos trazem nutrientes que são difíceis de encontrar em alimentos comuns ou em quantidade limitada”, explica.

Portanto, a função da suplementação, de acordo com nutricionistas, é complementar o trabalho dos alimentos no corpo, oferecendo nutrientes especiais em quantidades e/ou horários  específicos. Para Círico, uma explicação fácil pode ser a comparação entre o corpo e uma máquina. “Ambos precisam de combustíveis, porém, a demanda por estes elementos não é igual para todos. Cada indivíduo possui uma necessidade nutricional determinada por aspectos como rotina de vida, rotina de treino, características do metabolismo, objetivos pretendidos”, conta.

Para que serve cada tipo de suplemento?

Os suplementos alimentares são divididos em algumas categorias, nas quais cada uma apresenta uma área de atuação:

  • Para emagrecer, o suplemento recomendado é o termogênico;
  • Para engordar, deve ser utilizado o hipercalórico;
  • Contra o envelhecimento, é usado o antioxidante;
  • Visando regular os sistemas hormonais, o suplemento é o hormonal;
  • Para ganho de massa muscular, a dica é o suplemento proteico.

Qual suplemento é mais indicado para a realização de atividade física?

Os suplementos são, para quem faz exercício físico, excelentes companheiros. Eles funcionam complementando a necessidade diária de nutrientes, que, apenas com a alimentação, não conseguiríamos adquirir. Assim, ajudam a melhorar o desempenho na hora do exercício, no aumento da massa muscular e na diminuição da fadiga, além de evitar lesões.

“Os suplementos podem ajudar fornecendo nutrientes usados pelo organismo tanto para viabilizar a execução do treino como para melhorar a condição de recuperação deste indivíduo após o treino. Suplementos são fontes de combustíveis que o organismo usará de acordo com a necessidade”, explica Diogo Círico.

Cada um dos tipos de suplemento pode ser utilizado por praticantes de exercícios físicos. No entanto, há um momento exato para cada um deles.

Os carboidratos são muito importantes, pois podem ser descritos como o combustível do praticante do exercício. Sem sua quantidade ideal, o que se perde é a massa muscular, e não a gordura. O momento ideal para o seu consumo é 30 minutos antes de treinar.

Já as proteínas são essenciais para a prática de exercício físico. Elas ajudam a construir e reparar tecidos como os músculos, além de ajudar na recuperação das microlesões das fibras musculares que ocorrem durante os exercícios, devendo ser consumidas após o treino. É aqui que entram os famosos whey protein. O whey concentrado é bastante recomendado, pois apresenta cerca de 80% de proteínas em sua composição – de acordo com informações da Growth Supplements.

Ainda temos os hipercalóricos, que servem para repor o gasto energético e devem ser consumidos entre as refeições. E também os multivitamínicos, que ajudam na recuperação do desgaste físico provocado pela prática da atividade física.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.