Treinão para São Silveira foi festivo e inclusivo

POR DEMÉTRIUS CARVALHO – Barueri, quase 7h da manhã. Vários corredores se aglomeram. Trânsito fechado, ambulância, banheiros químicos, tendas e um mar branco com cada corredor ostentando seu número de peito tomava conta esperando a largada dada pelo narrador do evento. Esse ambiente lhe é familiar? Ah, temos claro a camiseta do evento com sua devida medalha ao fim do trecho percorrido.

Tínhamos também um local que foge aos circuitos mais batidos dos corredores. O local e o percurso consistia no mesmo da tradicional São Silveira. A única diferença de uma corrida tradicional era o clima ainda mais festivo e inclusivo por não haver a “competição” em si. Tinha aquele clima de treinão mesmo. Ainda mais por não ser exatamente necessário pagar para participar (os tão polêmicos pipocas do mundo das corridas). Era completamente possível participar da festividade sem aderir à inscrição que lhe dava direito à camisa do evento e a medalha de conclusão do evento que brindava quem gostaria dessa lembrança mas não segregava quem quisesse apenas correr.

Julio Ccena, idealizador do evento fala sobre os “pipocas” no evento.

-Como corredor, entendo que onde corre 200 correm 250. Claro que talvez se comparado a um evento muito maior você tenha que refazer alguns custos, como staff, hidratação e água,  porém vale ressaltar que em grande parte de provas dois desses itens muitas vezes são patrocinados e foi exatamente aí que trabalhamos. Já havíamos feito 3 treinos abertos, sem custo. Com camisetas e medalhas, resolvemos fazer esse último com ideia de presentear todos aqueles que já haviam participados dos primeiros, porém não podíamos esquecer da galera que por um motivo ou outro não podia pagar pela camiseta e  medalha e assim não fugir do propósito  que tem sido o lema  que vem unindo as equipes da região que é mostrar a força que podemos ter juntos. Que da para correr e se divertir com amigos, ter uma camiseta ou medalha sem  pagar um preço abusivo e fugir dos percursos que já estamos cansados de fazer durante o ano todo. Dessa forma depois de definirmos o numero de inscrições, custo fixos e variáveis do evento precificamos o kit com o menor valor possível e partimos para a etapa de buscar parceiros para a hidratação e frutas que são os dois itens que a gente mais ouve reclamações em relações aos chamados pipocas. Ao negociar  com os possíveis parceiros, pensei em um número dobrado em relação aos inscritos, portanto  no dia do evento tínhamos o dobro do que era proposto servir os pagantes sendo possível servir os “pipocas”. A preocupação pelo evento acabou sendo um prazer já que a gente tem em mente que queremos correr com amigos e nem sempre é possível pelo desencontro financeiro de ambos os lados.

Além de corredor, Julio é fotógrafo e ainda disponibilizou uma série de fotos do evento. Uma mão na roda de corredores que adoram nutrir suas redes sociais com fotos retratando seus feitos e medalhas.

O trajeto para quem não conhece, possui 7,5k e tem cerca de 1k inicial em plena reta e plano para daí começar as curvas e sobe e desce. A primeira subida é a mais acentuada, mas até o sexto quilômetro mais ou menos, elas insistem em aparecer tornando o trecho bem técnico. Pega-se então uma descida pesada que dá para acelerar bem para um bom trecho final plano novamente. Excelente treino para corridas com subidas como a São Silvestre que acontece duas semanas depois

O clima realmente era festivo e de interação entre os participantes, mas cabia treino pesado para quem assim quisesse. Patrícia Gomes começou sua história no mundo das corridas, perda de peso e consequentemente mudança de vida exatamente na São Silveira ano passado e prestes a completar um ano e treinando no percurso com certa frequência entrou na pista com o pensamento de melhorar o seu tempo. Acelerou tanto que conseguiu ser a segunda mulher a completar a distância conseguindo baixar seu tempo.

Ainda na dispersão do treino, os participantes se perguntavam quando será a próxima e Julio só deixou a promessa no ar de novidades para dar um  evento ainda maior para o próximo ano.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.