Maratona de São Paulo 2018 ficará mais rápida

Percurso mais plano, com menos curvas, e atrações deixarão prova mais atraente

Assim como a Meia Maratona Internacional de São Paulo, no dia 11 de março, a Maratona Internacional de São Paulo 2018, marcada para 8 de abril, sofrerá ajustes. A tradicional prova do gênero no país também eliminou curvas, tornando-se mais linear e, portanto, mais rápida. Além dos 42,1 km da maratona, o evento ainda terá provas de 24km, 8km e corrida e caminhada de 4km, com opções para todos os gostos. A programação começará às 6h50.

As largadas e chegadas serão no Ibirapuera, ao lado do Obelisco. Somente a prova de 24 km terá local distinto para chegada, marcada para a Avenida Escola Politécnica. As pessoas que escolherem os 24. Os atletas que chegarem na Politécnica terão transporte gratuito para o voltar à largada, oferecido pela organização.

As mudanças para a 24ª edição da Maratona de São Paulo serão, basicamente, na região da Praça Panamericana. No local, algumas ruas saíram do percurso e houve a inclusão da Avenida Faria Lima, eliminando também algumas curvas do roteiro. Essas alterações farão com a que a prova fique mais plana e agradável para os participantes.

O novo percurso para pelas seguintes ruas:

Largada – Av. Pedro Álvares Cabral – Obelisco do Ibirapuera (F)
Av. República do Líbano (F)
Av. Antônio Joaquim de Moura Andrade (F)
Túnel Tribunal de Justiça do Estado de SP (F)
Av. Presidente Juscelino Kubitischek  (F)
Rua Prof. Geraldo Ataliba(F)
Av. Henrique Chamma (CF)
R. Haroldo Veloso (CF)
Av. Cidade Jardim (CF)
Av. dos Tajurás (CF)
Av. Lineu de Paula Machado (F)
Túnel Euclides J. Zerbini (F)
Av. Valdemar Ferreira (F)
Av. Afrânio Peixoto (F)
Av. Alvarenga  (CF)
R. Manoel Chaves (F)
Av. Pedroso de Moraes (F)
Av. Faria Lima (F)
Av. Pedroso de Moraes (F)
Av. Fonseca Rodrigues (F)
Rua. Professor Manuel Chaves (F)
Ponte Cidade Universitária (F)
R. Teixeira Soares x Portão USP  (F)
Rua Prof. Mello Moraes (F)
Av. Escola Politécnica (F)
Rua Prof. Mello Moraes (F)
Av. Prof. Almeida Prado (F)
Av. Prof. Luciano Gualberto (F)
Av. Prof. Almeida Prado (F)
Rua Prof. Mello Moraes (F)
Av. Prof. Lucio Martins Rodrigues
Rua Prof. Mello Moraes (F)
Rua Afrânio Peixoto (F)
Av. Waldemar Ferreira (CF)
Av. Lineu de Paula Machado (F)
Túnel Jânio Quadros (F)
Av. Presidente JK (CF)
Túnel Tribunal de Justiça do Estado de SP (CF)
Av. República do Líbano  (CF) (F)
Av. Pedro Álvares Cabral (F)
Chegada – Av. Pedro Álvares Cabral – Obelisco do Ibirapuera (F)

Atrações e Inscrições

A 24ª Maratona Internacional de São Paulo terá muito mais do que a corrida  e contará com diversas atrações. Haverá, mais uma vez, apresentações musicais ao longo do percurso pela cidade, deixando a prova ainda mais gostosa. Estão programadas ainda a EXPO Maratona de São Paulo, com mais de 40 expositores, palestras e serviços.

Na parte técnica, a prova atenderá todos os requisitos da IAAF, e já está inscrita e é candidata ao Selo Bronze nas próximas edições (Bronze Label), além do selo ouro da CBAt. A prova, aliás, foi a primeira a ter todas as certificações nacionais e internacionais como IAAF, AIMS e CBAT. O evento contará com hidratação e assistência médica  ao longo do percurso, em 22 postos de apoio, com água, isotônico, Whey Protein e lanche, entre outros.

As inscrições seguem abertas e poderão ser feitas até o dia 19 de março. As confirmações podem ser feitas pelo site oficial, www.maratonadesaopaulo.com.br, no qual também poder ser obtidos mais detalhes sobre a prova. A taxa é de R$ 137,00.

A organização ressalta que toda a infraestrutura do evento será dimensionada para o número oficial de inscritos, não contemplando serviços extras a atletas sem inscrição. Todas as dinâmicas para coibir  “pipocas”e fraudadores serão feitas.

Melhores tempos

Ao longo de sua história, a prova conseguiu tempos bastante expressivos, com destaque para o feito do brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima (BRA),  que estabeleceu o recorde em 2002, com 2h11min19seg, e a queniana, Rumokol Chepkanan, com 2h31min31seg, em 2012. Também conseguiram tempos expressivos no masculino os quenianos Stanley Biwot, com 2h11min21seg, em 2010, e David Kemboi (QUE), com 2h11min53, em 2011. No feminino ainda se destacaram a queniana Carolyne Komen, com 2h35min51seg, em 2015, e marroquina Samira Raif,  com 2h36min01, em 2011.